Fórum de Ideias | Privacidade? Onde?

Ontem li este artigo no Man Repeller and damn, fiquei a pensar nisto.

Hoje em dia, grande parte de nós passa muito tempo em torno da "partilha" via net e redes sociais, seja activamente, a publicar conteúdo - o que fazemos, o que comemos, o que vestimos e o que pensamos - ou a observar conteúdo - seja no Facebook, Instagram, blogs, etc..

E será que não perdemos a noção da realidade? Quantas vezes perdemos momentos especiais à conta disto? Quantas vezes vemos pelo ecrã do telemóvel aquilo que poderíamos estar a ver ao vivo e com uma definição bem melhor se não quisessemos fotografar tudo para pôr no Instagram? Quantas vezes nos ficamos pelas conversas via chat e nos esquecemos de perguntar para quando é o próximo jantar ou o próximo café? Quantas vezes comentamos histórias/gossips (como o que é apresentado no post acima)/notícias/etc. como se acontecessem num mundo aparte, como se fossem realidades diferentes que não nos dizem respeito e sobre as quais não temos que ter qualquer filtro?

*Uma máxima a não esquecer!*



Há ainda a questão da privacidade. Hoje um colega de trabalho de outra cidade perguntou-me novidades acerca de um projecto em que estou envolvida que em nada está relacionado com o trabalho, e sobre o qual não lhe tinha dado grandes informações directas. Divulgações aparte, porque de facto os meus colegas sabem que faço teatro e este colega em particular até já me tinha perguntado onde, e até aí nenhum problema, é sempre estranho o acesso tão fácil que qualquer pessoa pode ter às nossas informações. Porque once in the Net, always in the Net. 

O caso de que a Leandra fala no seu post é a mistura perfeita entre as duas questões (basicamente, um casal terminou de forma um pouco espalhafatosa num avião e o acontecimento foi relatado em directo por outra pessoa no Twitter de forma bastante meticulosa). Será que o facto de vivermos num mundo tão virtual não nos está a fazer perder a noção daquilo que é partilhável e do que não é? Mais assustador, será que temos que estar constantemente atentos a tudo o que fazemos em público, porque a qualquer momento podemos ser confrontados com as nossas acções na rede?

Food for thought...digam-me a vossa opinião: existe privacidade no mundo em que vivemos? É possível haver um equilíbrio saudável?


4 comentários :

  1. Levantaste um assunto bem pertinente e eu penso muitas vezes nele. No meu caso, essencialmente por causa do meu blog. Não que eu partilhe muito a minha vida mais privada, porque até gosto de manter um certo distanciamento. Principalmente no que envolve a minha casa, família e amigos. Não vou estar a expor a vida deles indirectamente através da minha. Mas acabo sempre por dizer onde estive, o que vi, o que comprei, etc... Eu até gosto de partilhar coisas que faço e vejo, mas sei que há sempre aquelas pessoas que gostam de criticar e de opinar de forma negativa. E essas é que me incomodam e me deixam a pensar se deveria falar disso tudo! Porque é mais uma coisinha para dizerem mal... E se eu não partilhasse, talvez não se lembrassem que eu existo :p
    Claro o que posso ignorar e é isso que faço. Mas fica sempre ali aquele bichinho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Good point. Acaba-se sempre por partilhar qualquer coisa, mesmo sendo o mais cuidadosa possível. E os comentários podem ter consequências, de facto! Há que encontrar o equilíbrio ideal para nós, sabendo onde estão os limites, e pensar no que é que o que partilhamos nos pode trazer no futuro.

      Eliminar
  2. Verdade, há muita coisa que nos faz pensar. Quanto ao facto de fotografar já pensei sobre isso e até já fiz uma experiência, quando fui a Viena quase não fotografei porque me apetecia ver as coisas, simplesmente olhar para elas, mas depois no fim acabo sempre por ficar com pena de não ter mais fotos porque servem para nos lembrar daquilo que por vezes se apaga da memória e porque é algo que me dá muito prazer.
    Quanto à privacidade, por exemplo no facebook, acho que está um pouco relacionado com a personalidade de cada um, e aqueles que põe toda a sua vida lá são os mesmos que já o faziam antes de haver facebook, mas de diferentes formas.
    Mudam-se os tempos, é uma questão de nos adaptar-mos e de ter uma excelente dose de bom senso. :p

    beijinhos,
    Another Lovely Blog!, http://letrad.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pelo teu comentário, Daniela! Sinto o mesmo em relação à fotografia - quem gosta de fotografar vai ter sempre esse "mal", acho!
      Quanto à privacidade, bem apanhado. Nunca tinha pensado nisso dessa forma, mas realmente é provável que passe muito por aí! ***

      Eliminar